sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Como compensar as calorias dos alimentos consumidos no Natal??

Genteee...
No natal temos muitas tentações, orgias de gordices... A compulsão e a gula tomam conta de todo ser com mente gorda, como eu! kkkk lol... E olha o que eu encontrei.... só pra se ter uma noção do quanto temos que sofrer na atividade física pra neutralizar as calorias consumidas por uma mísera porção de uma gordice qualquer... OMG!!

1 fatia média de panetone => 302 calorias = Correr por 1h e 40min.

1 fatia de rabanada => 300 calorias = Jogar ping pong por 1h e 10min.

1 fatia de Tender => 158 calorias = Subir escadas por 10min.

1 fatia de Pernil => 121 calorias = Fazer sexo por 1h e 20min.

1 fatia de Chester => 41 calorias = Dormir por 50 min.

1 fatia de Peru => 52 calorias = Passar roupas por 22 min.

1 copo de refrigerante => 80 calorias = Meditar por 1h e 20min.

1 lata de cerveja => 151 calorias = 43 minutos varrendo o chão.

60g de lentilha => 65 calorias = Jogar Frescobol por 7 min.

1 taça de vinho => 107 calorias = Jogar boliche por 34 min.

1 taça de champanhe => 110 calorias = Pular corda por 13 min.

5 nozes => 163 calorias = Andar de patins por 22 min.

1 xícara de castanha-de-caju => 914 calorias = Fazer aula de dança de salão por 2h e 57 min.

1 xícara de castanha-do-Pará => 1.049 calorias = Caminhar por 5 h. :O

5 ameixas secas => 50 calorias = Jogar sinuca por 19 min.

5 damascos secoa => 45 calorias = Limpar o banheiro por 11 min.

10 amêndoas => 640 calorias = Musculação por 3h.

5 romãs => 310 calorias = Lavar carro por 1h e 40min.

1 fatia de pudim => 323 calorias = Cozinhar por 2h.

3 colheres de sopa de arroz à grega => 54 calorias = Surfar por 6 min.

1 pêssego => 46 calorias = Molhar jardim por 17 min.

1 fatia de Chocotone => 322 calorias = Nadar 52 min.

1 fatia de Pavê de Chocolate => 154 calorias = Dançar balé por 31 min.

1 fatia de Panetone Trufado => 355 calorias = Jogar futebol por 48 min.

1 porção de Tâmaras secas => 76 calorias = Pedalar por 18 min.

1 porção de Pistaches => 85 calorias = Fazer exercícios de alongamento por 32 min.

1 colher de sopa de Salada de batatas com maionese => 58 calorias = Caminhar por 15 min.

1 fatia de Rocambole => 184 calorias = Fazer aula de Ginástica Localizada por 43 min.


Claro que a queima de calorias é muito relativa, assim como o tamanho das porções consumidas, mas valeu o "alerta" pra pensarmos um pouco mais antes de ingerirmos alguma coisa nessas festas. Vamos curtir as festividades e não esquecermos de malhar também, no meu caso, a academia vai fechar por alguns dias, mas pretendo fazer serviços em casa e caminhar, posso até não emagrecer, mas também não pretendo engordar!

Até mais!!

Fonte: http://boaforma.uol.com.br/quiz/2012/12/20/compense-os-alimentos-consumidos-no-natal.htm

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Desafio de Verão - Resultado

Bom diaa

Já é Natal!? Esse ano passou muito rápido, atingi muitos dos meus objetivos, estou orgulhosa de mim, neste ano que passou descobri que não sou tão fraca/frágil quanto pareço, sei ser determinada e guerreira também.
Desde que iniciei a R.A. acompanho blogs que focam nesse tema, um deles é o http://www.desafiodasestacoes.com/ , que me serviu como motivação e incentivo para continuar na luta. Em outubro me inscrevi no desafio de verão, que iniciou dia 05/10, confesso que não fui muito fiel e determinada e o resultado poderia ter sido muito melhor, mas estou satisfeitíssima também, pois mesmo achando que não emagreci nada nos últimos meses, tá aí o resultado do desafio pra mostrar que o peso está baixando sim, está devagar mas está diminuindo, isso é o que importa. Segue abaixo o selinho e balanço do desafio.

Desde 26/09, data do meu aniversário, faço o controle de contagem de calorias consumidas e gastas, e também de pesagem através de um aplicativo chamado FatSecret é bem legal. Olha só como foi meu desempenho.








Em 05/10/2012 eu estava com: 76,300
Em 15/12/2012 (última pesagem): 73,200
Total eliminado: 3,100    \o/\o/

Não era  o que eu esperava, mas foi o que consegui, triste não estou, mas aprendi muita coisa nesse período, e estou pronta pro o novo desafio:



Vamos ficar "saradas" até o carnaval?? Se inscreva lá...



Até mais!! #Fuuiii rsrs

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

O que não fazer...

Olá... Como estão?

Ontem foi um dia razoável, bastante estressante, mas a alimentação foi correta e a atividade física também, ginástica localizada para glúteos, pernas e abdomem.
Um dos blogs que acompanho e acho um máximo é http://oseupersonal.com.br/ nele li sobre dicas do que não fazer com relação a dietas e promessas de emagrecimento no link http://oseupersonal.com.br/o-que-nao-fazer-piores-dietas-de-2012/, ele diz que a pior "dieta famosa" é a Dukan, eu já li muitas coisas sobre esta dieta, pessoas que obtiveram o "sucesso" (leia-se "emagrecimento") seguindo rigidamente os "mandamentos" da tal dieta Dukan, eu digo... primeiro, hoje em dia eu, particularmente não conseguiria me manter com restrições alimentares, mesmo que fosse por um período determinado, facilmente cairia em tentação. Além disso, sabemos que limitar o nosso corpo a se nutrir apenas de alguns tipos de alimentos pode acarretar alguma insuficiência ou excesso de nutrientes no nosso organismo, podendo levar até a algo mais sério como uma doença. Então, mesmo não sendo doutora ou especialista no assunto, consigo facilmente chegar a essas conclusões.
Mas vejo também, que muitas, mas muitas mulheres mesmo, aderem a esta dieta e emagrecem. Mas... e a saúde? Será que depois de atingirem suas metas conseguirão se manter com o mesmo peso se voltarem a se alimentar normalmente? Acho que não, né?! Gente ficar magra é maravilhoooooso, mas saúde em primeiro lugar! Hoje, depois de ver minha mãe adoecer (não por causa de dietas), tenho a noção do quanto nosso organismo é frágil e o tanto de valor devemos dar a ele. Quando adolescente, eu fazia essas loucuras de dietas da moda, já cheguei a ficar por cinco dias só no suco de abacaxi, que absurdoooo! E isso me trouxe uma anemia, menstruação irregular, muitas tonturas e alguns desmaios. Idiotice pura da minha parte, mas infelizmente ficamos cegas às coisas da mídia e acabamos caindo nas armadilhas na ilusão de ter o mesmo corpo das famosas. Não estou aqui criticando ou julgando ninguém, só estou tentando alertar e ajudar, afinal cada um faz do seu corpo o que quer, todos temos vontade e decisão própria.
Então galera... O que não fazer para emagrecer saudavelmente??

Xauzin e até a próxima...

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Pra rir...

Encontrei um pequeno texto de um autor desconhecido no blog "Diário da Naiara" achei super cômico.

Querido Diário,
Hoje começo a fazer dieta. Preciso perder 8 kg. O médico aconselhou a fazer um diário, onde devo colocar minha alimentação e falar sobre o meu estado de espírito. Sinto-me de volta à adolescência, mas estou muito empolgada com tudo. Por mais que dieta seja dolorosa, quando conseguir entrar naquele vestidinho preto maravilhoso, vai ser tudo de bom.
Primeiro dia de dieta: Um queijo branco. Um copo de diet shake. Meu humor está maravilhoso. Sinto-me mais leve. Uma leve dor de cabeça talvez.
Segundo dia de dieta: Uma saladinha básica. Algumas torradas e um copo de iogurte. Ainda me sinto maravilhosa. A cabeça dói um pouquinho mais forte, mas nada que uma aspirina não resolva.
Terceiro dia de dieta: Acordei no meio da madrugada com um barulho esquisito. Achei que fosse ladrão. Mas, depois de um tempo percebi que era o meu próprio estômago. Roncando de dar medo. Tomei um litro de chá. Fiquei mijando o resto da noite.
Anotação: Nunca mais tomo chá de camomila.
Quarto dia de dieta: Estou começando a odiar salada. Sinto-me uma vaca mascando capim. Estou meio irritada. Mas acho que é o tempo. Minha cabeça parece um tambor. Janaína comeu uma torta alemã hoje no almoço. Mas eu resisti.
Anotação: Odeio Janaína
Quinto dia de dieta: Juro que se ver mais um pedaço de queijo branco na minha frente, eu vomito! No almoço, a salada parecia rir da minha cara. Gritei com o boy hoje! E com a Janaína. Preciso me acalmar e voltar a me concentrar. Comprei uma revista com a Gisele B na capa. Minha meta. Não posso perder o foco.
Sexto dia de dieta: Estou um caco. Não dormi nada essa noite. E o pouco que consegui, sonhei com um pudim de leite. Acho que mataria hoje por um brigadeiro.
Sétimo dia de dieta: Fui ao médico. Emagreci 250 gramas. Tá de sacanagem! A semana toda comendo mato. Só faltando mugir e perdi 250gramas! Ele explicou que isso é normal. Mulher demora mais para emagrecer, ainda mais na minha idade. Ele me chamou de gorda e velha!
Anotação: Procurar outro médico.
Oitavo dia de dieta: Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava na beirada da cama, dançando can-can.
Anotação: O pessoal do escritório ficou me olhando esquisito hoje, Janaína diz que é porque estou parecendo o Jack do “Iluminado”.
Nono dia de dieta: Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a me acordar, dançando a dança-do-ventre dessa vez. Passei o dia no sofá vendo tv. Acho que existe um complô. Todos os canais passavam receita culinária. Ensinaram a fazer Torta de morangos, salpicão e sanduíche de rocambole.
Anotação: Comprar outro controle remoto, num acesso de fúria, joguei o meu pela janela.
Décimo dia de dieta: Eu odeio Gisele B.
Décimo - primeiro dia de dieta:. Gritei com o porteiro. O boy não entra mais na minha sala e as secretárias encostam-se à parede quando eu passo.
Décimo-segundo dia de dieta: Sopa.
Anotação: Nunca mais jogo pôquer com o frango assado. Ele rouba.
Décimo-terceiro dia de dieta: A balança não se moveu. Ela não se moveu! Não perdi um mísero grama! Comecei a gargalhar. Assustado, o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será que é porque eu o ameacei com um bisturi?
Anotação: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.
Décimo-quarto dia de dieta: O frango me apresentou uns amigos. O pão é super gente boa, e a torta, embora meio enfezada, é um doce.
Décimo-quinto dia de dieta: Matei a Gisele B! Cortei ela em pedacinhos e todas as fotos de modelos magérrimas que tinha em casa.
Anotação: O frango e seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Sr. Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele me ameaçou com um pedaço de salame.
Décimo sexto dia: Não estou mais de dieta. Aborrecida com o frango, comi ele junto com o pão. E arrematei com a torta. Ela realmente era um doce…
(Autor desconhecido)

Como vai a dieta??

fonte: http://centraldastiras.blogspot.com.br/2010/10/garfield-como-vai-dieta.html

Olá! Tudo bem? Como está a R.A./Dieta?? Bom... por aqui não está lá essas coisas. Na semana passada fui apenas 2 dias na academia, mesmo assim o peso no sábado 15/12 foi 73,200, porque a alimentação tá bacana de segunda a sexta, mas como sempre o fim de semana foi de jacada, ainda estou sem controle nesses dias, aí hj já deu 74,100, mas, como eu disse anteriormente, sempre vou considerar o peso de sábado. Está sendo muito difícil esses últimos dias de 2012, depois de tanto que fiz para emagrecer me sinto impotente, estou perdendo o mesmo kilo toda semana, inicio a semana com 74kg e no sábado fico com 73kg, é mais difícil ainda por que reconheço que estou fazendo errado, que deveria me dedicar mais, que estou indisciplinada, mas reconheço que é tudo emocional. É meu emocional está murcho. E não sei o porque. Vejo que é tanto "sofrimento" pra emagrecer e o resultado demora pra aparecer, sendo que quando resolvo comer, o resultado negativo é certeiro e a dona balança não perdoa. Malediiita balança!! Mas não pretendo desistir, e se for necessário reiniciar todo santo dia, reiniciarei!

Uma ótima semana a todos!
Até mais... ;) 

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A culpa é da genética!!

Olá... Gente, seria covardia eu colocar a culpa dos meu quilos a mais na genética, mas pensando bem a genética tem sim culpa no processo...
Como já disse, nunca fui magra, mas já estive no meu "peso ideal", quando bebê/criança eu era roliça, entre os 7 e 10 anos era uma falsa magra, não aparentava os quilos a mais, mas também não tinha ossinhos visíveis. Depois dessa idade o que reinou foi o efeito sanfona. Mas porque isso? Vejo tanta gente magra que come horrores, é preguiçoso e permanece magra. E tanta gente que vive se controlando e continua no sobrepeso. Que injustiça!! 
Venho de uma família de gordinhos, quer dizer, mais ou menos. Somos em cinco irmãos, 4 mulheres e 1 homem, TODOS temos sobrepeso, mas minha mãe e o meu falecido pai nunca tiveram problemas com a balança. Isso me leva a crer que a pré-disposição à obesidade minha e dos meus irmãos, foram os hábitos e estilos de vida. Bom, minha mãe é ótima na cozinha, adora fazer bolos, pães, doces caseiros e quitutes, e diante de tanta gordice, comemos.
Algumas pesquisas indicaram que os genes possuem sim sua carga de culpa nos índices de obesidade, mas nada que uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios não amenize o problema. Sendo assim resta-me crer que de qualquer forma a culpa é da genética, pois porque sou tão baixinha??? kkkk
É, tenho somente 1,52 m de altura, que triste, não?! rsrs com 10 cm a mais nesse corpo e talvez eu estivesse me sentindo ótima. kkkk
Como a genética não me possibilitou uma altura que favorece meu peso (rsrs), o jeito é me controlar as gordices.


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

24 pensamentos magros para exterminar os excessos

Bom diaa...
Li em um artigo do site da Revista Boa Forma e achei interessante as dicas de pensamentos magros que nos auxiliam no processo de emagrecimento, segue aí:

Quando você adota um novo jeito de pensar, modifica também a sua atitude diante de determinada situação. Para perder peso ou se manter magra, não é só o prato que precisa ser transformado. Os pensamentos também devem estar a seu favor. Aqui, você encontra 24 maneiras para mudar o seu ponto de vista e emagrecer de uma vez por todas.

1. Ficar magra só depende de mim. Chega de culpar a genética! Você pode ter sido gordinha na infância ou adolescência e até apresentar uma facilidade para acumular peso. Porém, ser magra ou gorda é uma questão de escolha e não um presente ou um castigo divino. Quando você assume a responsabilidade no processo de emagrecimento, ganha o controle da situação e se sente mais capaz de modificar seus hábitos e seu corpo.

2. Se escorregar, retomo de onde parei! Quem nunca exagerou na sobremesa, comeu mais na festa ou foi além do que queria no jantar? A diferença está em como você encara essa situação. "Se entrar no ‘perdido por um, perdido por mil’, estraga o seu plano de emagrecimento. Comeu demais? Retome o seu planejamento no dia seguinte", orienta o psicólogo Marco Antonio De Tommaso, consultor de BOA FORMA.

3. Preciso comer para continuar magra. Se ao ganhar uns quilinhos você começar a pular refeições para emagrecer, o corpo vai reclamar e protestar, acumulando ainda mais gordura. Ao comer menos do que deveria, seu metabolismo desacelera e aí fica bem difícil perder o excesso. Portanto, se alimente a cada três horas.

4. Tudo o que gosto de comer me faz bem. Dividir os alimentos em proibidos e permitidos deixa a vida chata e você acaba acreditando que as coisas gostosas devem ficar longe. Isso não é verdade! "O importante é ajustar a quantidade e a frequência com que você come o que adora. Um chocolatinho cabe em todo programa de reeducação alimentar, só não dá para devorar uma caixa inteira de bombons", diz Fernanda Fernandes, gerente nacional do programa de emagrecimento Vigilantes do Peso.

5. O melhor horário para malhar é o que consigo ir. Você acha que não tem pique para ir à academia pela manhã, mas essa é a única brecha que a sua agenda permite? Então, insista! A chance de se adaptar e passar a render mais do que imaginava é altíssima. E, assim, você também se despede do sedentarismo.

6. Irresistíveis são as minhas curvas, não as frituras da happy hour! Ninguém fica e permanece em forma por acaso. As escolhas do cardápio são feitas diariamente. Se você "pensa magro", em vez de sofrer pelas coisas que não pode comer, se sente vitoriosa por se manter firme no seu plano.

7. Venço metas, não bato recordes mundiais. Ao traçar os objetivos para o seu emagrecimento, pense em prazos possíveis. Assim, pode comemorar os resultados. Se estabelecer metas inatingíveis, vai jogar contra si mesma. "E aí, quando nota que não consegue cumprir, desiste", adverte Tommaso.

8. Não vivo de dieta, faço escolhas inteligentes. Quando você se liberta da sensação de estar presa em uma dieta, percebe a importância das suas atitudes e da forma como monta o cardápio. Assim, sai do papel de vítima e se torna a personagem principal do emagrecimento.

9. Um bombom é só um bombom. A guloseima não é o fim da sua dieta. Sendo assim, nada de ficar com medo de se deliciar com uma coisa de que você gosta. Não é porque comeu o primeiro que vai pegar o segundo, o terceiro, o quarto.

10. Vou conseguir parar de pensar em comida. A melhor alternativa é mudar o foco da atenção. Para isso dar certo, tenha algumas alternativas na manga. "Descubra o que funciona melhor para você. Pode ser uma caminhada, uma partida de baralho ou uma ligação para uma amiga. O importante é investir em outra atividade para esquecer a comida", afirma a empresária Lucilia Diniz, consultora de BOA FORMA.

11. Planejo o meu cardápio. Perceber a importância das suas escolhas e ganhar o controle do emagrecimento evita imprevistos. Programe suas refeições! Se não tiver na dispensa e na geladeira as melhores opções, vai acabar comendo qualquer coisa - e se arrependerá depois.

12. Só desisto depois de tentar. Isso vale para tudo na vida e também para o controle de peso. Se não estiver muito animada em emagrecer, é capaz de desistir antes mesmo de tentar. Portanto, em vez de lamentar, parta para a ação! Só critique um método se experimentá-lo e realmente não der certo.

13. O meu esforço vale um biquíni. Ou uma minissaia, a segurança de tirar a roupa na frente do namorado, o prazer de entrar naquela calça jeans... Cada uma tem a sua listinha do que deseja e sabe por que está comendo de um jeito mais equilibrado. Faça a sua e lance mão dela sempre que o desânimo bater à porta.

14. Questiono todos os pensamentos desanimadores. Essa atitude protege você da autossabotagem. Sabe quando aparece aquela voz interna dizendo que o seu esforço não está adiantando nada? Você fica pensando se a academia está mesmo ajudando a modelar as curvas, se vale a pena ficar sem tomar aquele sorvete... Não desista! Reveja esses conceitos até exterminá-los. Liste seus progressos e prove para você mesma que está tendo avanços.

15. Começo a me servir no quilo pelas saladas. No almoço, sempre inicie o prato pela salada, independentemente da ordem proposta pelo restaurante que frequenta. Em seguida, escolha uma proteína (filé de frango, peixe ou carne) e só depois complete com a porção de carboidrato. Isso vai ajudá-la a só pegar o que realmente deve comer.

16. Eu mereço sempre o melhor. Pensando assim, não só vai atrás da sua melhor forma como fica mais exigente, evitando exageros. "Então, prefere tomar apenas uma taça de vinho, e não duas garrafas, para aproveitar a bebida", fala Fernanda Fernandes, dos Vigilantes do Peso. O mesmo vale para o chocolate. "Dá até para pagar mais caro por um importado, já que vai comer somente um pedacinho", completa.

17. Se a fome aparece antes da hora, bebo água. Muitas vezes, a sensação de sede se confunde com a de fome, principalmente se você está comendo um pouco menos do que gostaria. Quando isso acontecer, antes de fazer uma refeição ou partir para um lanchinho, tome um copo de água. De repente, você pode descobrir que era só sede mesmo.

18. Tenho orgulho das minhas atitudes! Para continuar com o plano de emagrecimento ou com a manutenção do peso é preciso ser forte e se orgulhar disso! Nada de sentir pena de si mesma porque não está com um balde de pipoca durante a sessão de cinema. Coloque na cabeça que o seu objetivo é ser magra - e que você é fiel a ele.

19. Sei quando estou com fome ou apenas com vontade de comer. Conseguir diferenciar a fome do desejo de mastigar uma coisinha gostosa evita com que você caia na cilada de comer fora de hora. Ao sentir o estômago roncando, pergunte a si mesma se está realmente precisando de um alimento. Caso a resposta seja positiva, faça dez respirações profundas. É um truque para chegar à geladeira ou à lanchonete com menos ansiedade.

20. Fome não é catástrofe! "Muitas mulheres, quando estão tentando emagrecer ou mudar os hábitos alimentares, ficam assustadas ao sentir fome", diz Tommaso. Segundo o especialista, isso acontece porque o fato de querer comer dá uma sensação de que vai perder o controle da situação e do cardápio. "Calma, você não é a única a sentir fome. Todo mundo sente. Apenas procure fazer boas escolhas", acrescenta.

21. Não me coloco em tentação. Para não jogar contra si mesma, elimine todas as guloseimas do seu campo de visão. Além disso, evite encontrar amigas em docerias e sorveterias. Assim, fica mais fácil controlar aquela vontade louca de comer doce que de vez em quando aparece na vida da gente.

22. Emagrecer é consequência. É importante ter consciência de que adotar uma alimentação balanceada e começar uma atividade física são atitudes que fazem bem para a vida - e o emagrecimento é apenas uma das consequências. Perder peso é o resultado das suas atitudes e não uma coisa que acontece do dia para noite.

23. Não escondo nada de mim, sei tudo o que como. Para controlar o peso, é importante ter ideia do que coloca na boca, até para saber o que está causando o excesso. Anote por uma semana tudo (tudo mesmo!) o que anda comendo. E não esqueça aquele pãozinho do couvert, o chocolatinho que veio com o café, as quatro balinhas de morango que chupou enquanto estava no carro...

24. Busco o prazer na vida e não na comida. Claro que é uma delícia comer, mas isso não deve ser a única fonte de felicidade na vida. Diversifique seus interesses e descubra o que gosta de fazer. Invista em um hobby, vá ao cinema... Encontre o prazer fora da mesa.





fonte: http://boaforma.abril.com.br/saude-bem-estar

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Magra? Não. Gorda em Recuperação

Este é o título do livro escrito por Mirella Ciarlini, sobre sua experiência no processo de emagrecimento. Encontrei a citação deste livro em um dos blogs que acompanho (não lembro qual) e baixei. Achei super interessante a história da autora, até porque se assemelha a muitas histórias de gordas em recuperação, como nós. Vale a pena a leitura! Aprendi muita coisa com ele, e a primeira delas é a aceitação da "Gordice". As pessoas tem preconceito com elas mesmas e não admitem que SÃO gordas. A pessoa pode ESTAR magra, mas sua mente é cheia de gordices. A autora relata também que todo gordo, sem recuperação, não admite comer demais, o que na verdade não tem lógica, afinal se acumulamos gordura é porque estamos consumindo mais do que necessitamos. Nós gordos inventamos diversas desculpas, coisas do tipo, "Tenho estrutura grande" - (Querida(o), o Godzila tem estrutura grande, vc é gorda(o)!) - "Sempre fui gordinha(o)!" - (E vai morrer assim?? Isso é conhecido também como Sindrome de Gabriela)- "Sou feliz assim! O sobrepeso não me incomoda!"- (Isso é balela, a pessoa pode se sentir bem, estar com sua auto-estima maravilhosa, mas daí a gritar ao mundo que é feliz pq é gordo, pra mim é conversa fiada, as desvantagens da obesidade são inúmeras)- "Não como muito e continuo gorda(o)!" - (Caro(a), se vc come realmente pouco e continua a acumular gordura, existe 3 opções: 1º Vc pode ter algum problema de saúde. Procure um médico. 2º Caso não tenha problema de saúde, vc pode estar se alimentando errado, fazendo poucas refeições, mas ingerindo coisas MUITO calóricas. 3º Vc está se iludindo, não tem conhecimento de vc mesmo e acha q falar que come pouco, pode justificar a sua gordice! O que vc come "escondido" aparece no seu corpitcho depois e todo mundo vê! Avalie-se!) - "Não tenho tempo pra fazer atividade física!" - (Admita, vc tem preguiça! Afinal, tempo pra comer vc tem.).
Bom, as lições do livro são várias, e está sendo descrito por uma "gorda, em recuperação", afinal, mas uma desculpa de toda(o) gordinha(o) é: "Pra vc que não tem 'tendência' é fácil falar em perder peso!".
Os resultados vem aos poucos, a paciência deve ser uma virtude que eu não tenho! Maaaas, uma das minhas maiores virtudes é a determinação, portanto não desistirei!!

Até mais!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Todo dia é um recomeço...

Segundona... Hora de recomeçar!

Bom, sei que reeducação é um estilo de vida e independente de ser fim de semana ou não devemos nos alimentar da mesma forma, maaasss... porém... contudo... no entanto... todavia... e conjunções adversativas a parte (rsrs) ainda não consigo me disciplinar nos fins de semana e feriados. Mas também não como exageradamente, nesses dias me permito a comer algumas coisas que não tenho o hábito, como pão, bolo ou um almoço especial de domingo. Nada com mta gordice, como quantidades pequenas, sempre me policiando a não ultrapassar as 1.200 calorias.
Pra ajudar ainda mais, lembram do desânimo e da tristeza "sem motivo" da sexta-feira, pois então... era a D. Bendita me visitando, e pensam na TPM (do caramba), fim de semana foi de muita cólica, náusea e enjôo. E mesmo assim, no sábado a balança me apresentou 73,6, embora na data de hj já tenho subido um pouco, sempre vou considerar o peso do sábado.
A semana se inicia nomalmente, controlando a alimentação, serviço, academia e vamo que vamo. E pra iluminar ainda mais minha semana, hoje antes de sair pro trabalho o meu lindo me olhou e disse que eu estava LINDA! Depois disso não nem lembrei mais que hj é segunda-feira!! kkk




Um abraço e até logo!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Termogênicos

Antes de inicar a R.A., nem imaginaria que existe alimentos que nos auxiliam a acelerar o metabolismo, imaginava que isso só fosse possível através de remédios, no entanto existem diversas pesquisas que comprovam que podemos usufruir das propriedades de certos alimentos para a perda de peso, conforme artigo abaixo:

Todas as atividades realizadas pelo corpo consomem energia, certo? Isso inclui o processo digestivo, que pode ser usado a seu favor para emagrecer quando o que está em questão são os alimentos termogênicos. Esses alimentos são capazes de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico.

De acordo com a nutricionista Daniela Cyrulin, de São Paulo, quanto mais difícil for a digestão do alimento, maior será o seu poder termogênico. A nutricionista funcional Luciana Harfenist, do Rio de Janeiro, explica: "As substâncias termogênicas contidas em certos alimentos têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e aumentando a queima de gordura. A termogênese é um processo regulado pelo sistema nervoso e interferências neste sistema podem ajudar no controle de emagrecimento e obesidade".

No entanto, sabe-se que não existem milagres quando o assunto é perder peso. Para que esses alimentos mostrem resultado, é necessário aliá-los à dieta regrada e exercícios físicos. Além disso, os termogênicos possuem algumas restrições. "Quem tem hipertireoidismo não deve ingeri-los, visto que o metabolismo já está muito elevado, o que aumenta o risco de perda de massa muscular", exemplifica Daniela. Luciana também lembra que crianças e gestantes, pessoas com cardiopatias, hipertensão, enxaqueca, úlcera e alergias não devem abusar desses alimentos, pois eles podem levar a aumento da pressão arterial, hipoglicemia, insônia, nervosismo e taquicardia. 
Saiba quais são os principais alimentos termogênicos e aprenda a utilizá-los - mas sem esquecer de passar antes por uma avaliação nutricional.  


Alimentos com Ômega 3: A nutricionista funcional Luciana Harfenist explica que o omêga 3 é encontrado em peixes - como salmão e atum - e em oleaginosas. Ele aumenta o metabolismo basal, melhora a retenção de líquidos e facilita a comunicação entre as células do organismo.

Pimenta vermelha: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero.

Chá verde (Camellia sinensis): "Assim como a pimenta, esse chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico", afirma a nutricionista funcional Luciana Harfenist. Para que o efeito aconteça, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha cinco xícaras de chá por dia durante três meses. Mas, cuidado: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite. 

Canela: A nutricionista funcional Luciana Harfenist destaca que, além de aumentar o metabolismo basal, a canela possui alto teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá rasa), contribui com o emagrecimento e ainda torna a refeição deliciosa, como aconselha a nutricionista Daniela Cyrulin. 

Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. "O gengibre pode ser consumido de diversas formas, cru, em marinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, sopas de legumes e chá, quando misturado com outras ervas", sugere a nutricionista funcional Luciana Harfenist. A quantidade indicada pela nutricionista Daniela Cyrulin é de duas fatias pequenas.

Chá de hibisco: Esse chá, assim como os demais termogênicos, aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, consequentemente, aumenta o metabolismo. Para que o efeito seja positivo, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha um litro por dia, sendo que, para um litro de água, deve-se usar uma colher de sopa da flor.

Água gelada: Sim, até mesmo a água gelada pode te ajudar a emagrecer! Ao ingeri-la, seu organismo gasta energia para elevar a temperatura até a tida como adequada pelo corpo (algo entre 36º e 37ºC). No entanto, o efeito é muito leve. Para melhores resultados, ingira oito copos de água por dia, pois essa medida pode aumentar seu gasto calórico em até 200kcal, como afirma a nutricionista Daniela Cyrulin. 

Fonte do Artigo: http://www.minhavida.com.br

Pois então... Termogênicos, vou lhe usar!! rsrs

Até a proxima

Desânimo e Motivação



Hoje, mais do que o normal estou um pouco desmotivada e desanimada, e nem sei o porque! :(
Isso sempre acontece, a alimentação tá tranquila, tudo dentro do previsto, mas a coragem de agir e o ânimo não, ontem não fui na academia, mas caminhei um pouco, hoje com certeza irei e provavelmente amanhã de manhã também. Para vencer esse desânimo e espantar essa tristeza, até porque o fim de semana tá aí, pesquisei algumas dicas:
- Aproveitar os momentos de lazer. Sem pensar que daqui a algumas horas vc tem um compromisso ou que "amanhã já é segunda!", curta o PRESENTE!
- Converse sobre os problemas com os amigos, família ou com um profissional. Desabafar é sempre bom, com o auxílio de um profissional (psicólogo, psiquiatra e afins) é melhor ainda, pois nunca temos a noção da gravidade e causa do desânimo/tristeza.
- Cultive o bom humor. Cumprimente as pessoas ao redor. Bom dia, Boa Tarde, Boa noite, Olá! Isso colabora bastante e atrai coisas agradáveis.
- Saiba relaxar, desprender dos problemas e aprenda a separá-los. Problemas do trabalho, deve ser tratado no trabalho.
- Não faça várias tarefas ao mesmo tempo, Planeja-se!
- Procure resolver um problema de cada vez, organize-se!
- Organize suas prioridades;
- Dê tempo ao tempo, se vc se dedicar conquistará seu objetivo no momento certo. Confie.
- Busque fazer algo que lhe dê prazer, vale dançar, brincar, conversar...
- Cuide da sua alimentação.
- Movimente-se, exercícios físicos não é só pra quem quer perder peso ou ser sarado, é qualidade de vida.


Há muitas outras coisas que podemos fazer em prol de nossa felicidade, essas acima seriam só algumas, mas se fizermos pelo menos a metade já é um bom começo!

Até mais.

Fonte imagens: google.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Ontem + Considerações

Buenas...
Ontem o dia foi ótimo... Alimentação controlada... Iniciei a academia como o previsto e a aula da estréia foi Ginástica Localizada - G.A.P. (Glúteos, Abdominal e Pernas),  na hora da aula fui com todo o gás realizei todos os exercícios sem dificuldade, exceto umas 2 modalidades de abdominais que não fiz a quantidade necessária, mas logo que cheguei em casa comecei a sentir os músculos das pernas, tive até que tomar um relaxante muscular pra conseguir dormir. Além da dor, fiquei com o ritmo acelerado depois da academia, ontem o maridão dormiu rapidão e eu fiquei mais umas horas acordada. Hoje acordei super bem, pernas ainda doloridas, mas nada que não dê pra suportar, ainda não sei bem qual a aula de hoje na academia, Power Step ou Jump, ainda não sei os horários das aulas, mas estarei lá firme e forte.
Ah... ontem tomei o Diet Shake Woman de Morango e Amoras, e a análise foi a seguinte:
  • Sacia bem. Estava esfomeada, tomei antes de ir pra academia às 18h e fiquei super de boa.
  • O gosto é bastante acentuado, quase que artificial demais. (Já pensei em diminuir a dosagem de 3 para 2 colheres para amenizar o sabor).
Considerações de estratégias:
  • Tenho que incluir alguns alimentos no meu cardápio: chá verde, canela, gengibre... e outros que aceleram o metabolismo, assim como no começo da R.A., pra mim realmente funciona.
  • Tenho que comer mais frutas, legumes e verduras, mas ainda não me organizei pras compras.
  • Preciso controlar mais a minha mente, pois eu sou minha maior sabotadora, isso inclui principalmente manter o controle da ansiedade e da tristeza "sem motivo" que as vezes me consomem.
  • Entender de vez que não estou de dieta, mas que optei por um estilo mais saudável. Nâo preciso ser escrava da comida(nem pra mais e nem pra menos).
  • Considerar os finais de semana (sábado e domingo) como qualquer outro dia. Afinal, estou fazendo R.A.
  • Contagiar meu amor com a necessidade de cuidar mais da saúde também, porque juntos o fardo fica menos pesado e quero vê-lo feliz e saudável.

    Até a próxima.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Novas Estratégias

Bom dia...

Hj recomeçarei a academia, e estou até animada por isso. As caminhadas não estão dando certo, às vezes vou, às vezes não, às vezes chove e às vezes bate um desânimo, pois para caminhar depois do chegar do serviço é preciso ter muita vontade, e confesso que nem sempre estou com essa determinação toda. Na academia tenho mais compromisso, vejo mais o resultado e isso me motiva, além de ter o maridão para alertas do tipo: "Vc tá jogando dinheiro fora se não for!" rs.
Este último final de semana foi uma comelança só! Com direito à Quibe assado, Arroz de forno, Bife è rolê, bolo de fubá e até brigadeiro de panela com biscoito de maizena. #Gordice :O
O resultado disso foi +1 Kg, passei de 73,6 (sábado de manhã) às 74,6(segunda de manhã)!! Coisa feia... desânimo, não fui caminhar nenhum dia, não podia esperar coisa melhor, né.
Mas como não estou com a mínima intenção de desistir, ontem mesmo já tracei novas estratégicas, além da academia, começarei hj a tomar o Diet Shake na substituição de 1 das minhas refeições principais. Esta não foi uma medida tomada por impulso, decidi optar pelo shake por diversos motivos, mas posteriormente explico quais.
Ontem também fui passear em uma praça, a uns 20 minutos de casa e lá fiz uns exercícios leves, afinal qualquer movimentação do corpo é válida!

Cardápio de Ontem: Total de 846 calorias, Pouco. mas segurei a onda pra equillibar o fim de semana trágico, pretendo manter o cardápio até 1200 calorias.


Até a próxima!!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O Começo

Bom aqui estou... depois de 5 meses de ínico de Reeducação Alimentar, feita por conta própria. 10,50 quilos eliminados  neste período. Rotina levemente ativa. Decidi criar o blog depois de acompanhar outros blogs de emagrecimento e casos de sucesso. A princípio deixarei o blog OFF até que eu me sinta a vontade para publicá-lo. O início da minha relação com a obesidade, assim como o de muitas pessoas, se vem desde a minha infância, nunca fui magra. Fui uma criança com sobrepeso, até a minha pré-adolescência onde após mudar de cidade e rotina ganhei uns 10Kg, passando assim a ser obesa. Na adolescência, meu peso oscilou bastante, pois sempre mantive uma guerra fria com a balança, fazia dietas rígidas, ficava longos períodos sem comer, tomei os famosos remédios emagrecedores, e isso só resultou no efeito sanfona e prejudicou minha saúde. Depois de muito sobe-e-desce na balança, e mais ou menos 68 Kg, parei de me preocupar com o peso, decidi que seria eu mesma! Passei por mais de 3 anos assim, assumindo a gordice e me sentindo bem, sem me pesar e sem pensar nas coisas que eu comia, muitos lanches, pizzas, bolos e outras gordices... Até que um bendito dia, no mês de Junho/2012, diante de uma enfermidade da minha mãe, ao acompanhá-la no hospital, passei por uma balança que estava no corredor, decidi que iria me pesar, eu tinha consciência que estava bem acima do meu peso, sentia isso nas roupas, mas não imaginava que seria tanto, não acreditei quando vi a balança marcar 84,30 ainda em cima da balança gelei, fiquei super nervosa, e desde então fiquei pensando naquilo. Tive crises de choro e desabafei com o meu marido, mas parecia que ele embora estivesse me ouvindo, não me compreendia, acabava dizendo que eu estava naquela situação porque não tinha força de vontade para emagrecer. Na verdade, não era aquilo que eu queria ouvir. Muito abalada emocionalmente, eu não via solução. Depois de dias pensando no que eu podia fazer, comecei a trabalhar em um novo emprego e vi ali uma oportunidade de fazer tudo diferente, pesquisei na internet o que podia fazer para obter sucesso nessa caminhada, encontrei diversos blogs interessantes de pessoas que emagreceram saudávelmente. Iniciei minha R.A., comecei a me alimentar melhor, tudo muito difícil pra mim, mas agora depois de 5 meses e muita coisa pra aprender ainda, iniciarei este blog e contarei aos poucos como estou vencendo cada uma das batalhas.

Peso no início da RA: 84,300.
Menor peso:  55,200 (com aproximadamente 16 anos).
Peso Atual: 74,600.
Peso desejado: 57,000 Kg.